Clique para ser um doador

Obrigado por apoiar as crianças que mais precisam e nos ajudar a mudar seu futuro.

Clique para ser um doador

Obrigado por apoiar as crianças que mais precisam e nos ajudar a mudar seu futuro.

Articulação Comunitária

Compreendemos que a escola sozinha não responde a todas as necessidades de crianças e adolescentes, por isso, nos esforçamos para participar ativamente do dia a dia da comunidade através de órgãos governamentais e não governamentais, lideranças comunitárias, famílias e outros atores sociais.

 Nossa intervenção 

 

 

  CAPACITANDO PARA RESOLUÇÃO DE CONFLITOS


 

 

 

As ações de articulação comunitária se desenvolvem com fins de que as escolas e outros atores comunitários (lideranças, polícia, artistas, igreja) sejam capacitados e articulados, implementem e fortaleçam mecanismos positivos de resolução de conflitos e prevenção à violência. Para tanto, são realizadas reuniões com as redes de atuação e mobilização comunitária, para a prevenção da violência e encaminhamentos de situações de violação de direitos/violência contra crianças e adolescentes através da articulação com a rede de apoio local.

 

TRABALHANDO ESTRATEGICAMENTE


 

 

 

Como principal estratégia para atingir os resultados esperados no que diz respeito ao trabalho comunitário, o Instituto Terre des hommes Brasil se articula com as principais redes de atuação comunitária em comunidades dos estados de atuação, realizando ações conjuntas para a prevenção da violência em âmbito comunitário, pautando a temática da Justiça Restaurativa e medidas socioeducativas, os avanços nas negociações de reivindicações feitas pela comunidade frente ao poder público dentre outras.

 

 

TRABALHANDO COM A COMUNIDADE


 

 

 

O Instituto Terre des hommes Brasil promove ações em rede de sensibilização da comunidade sobre o enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes com foco na violência sexual, promove círculos de diálogos com moradores (jovens, adultos e idosos) e atores comunitários, além de representantes do governo sobre consenso comunitário, onde dialogam com os representantes da segurança pública, prefeitura e Governo do Estado sobre questões de violência urbana, meio ambiente e prevenção da violência com objetivo de proteger crianças e adolescentes fazendo do seu espaço um lugar seguro e de bem-estar para a construção da aprendizagem.

 

 

 

 

"Eu pensava que era só simplesmente ficar com raiva e não encarar o problema de frente para resolver. Ou seja, eu achava que ia ficar com raiva pelo resto da minha vida. A partir da conversa no círculo restaurativo de mediação, eu pude perceber que realmente as coisas não são da maneira que nós pensamos. Agora eu sei que o diálogo é a melhor forma que tem de resolver algum conflito"

Felipe Oliveira, Estudante

Leia mais...

Tópicos relacionados

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão as novidades da Tdh Brasil.